fbpx
Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn

Minha paixão pelo Lightroom não foi à primeira vista.

Na verdade, quando tive contato pela primeira vez, achei que era algo muito complicado. Além disso, acreditei que só iria me dar mais trabalho utilizar o programa. Porém, aos poucos, depois de me dedicar ao estudo, percebi que era a chave da organização das minhas fotografias.

Sou formada em gestão de sistemas e planejamento. Portanto, estou acostumada a trabalhar com fluxogramas, identificadores, tags. Por isso, foi tudo muito familiar para mim quando percebi que poderia aplicar isso aos meus catálogos de fotografias.

Dicas de organização

Antes de seguir adiante e tentar convencer você a adquirir paixão pelo Lightroom, vou te dar algumas dicas.

Preste atenção, pois tenho uns macetes importantes para você aplicar no módulo de biblioteca:

  • Pense na estrutura de organização das suas fotos;
  • Identifique as fotografias com informações de autoria;
  • Trabalhe com filtros de pesquisa.

Quando você perceber o que pode fazer com essas formas de organização de fotos, sua vida vai mudar completamente.

Quero te dar um exemplo, então, me acompanhe!

Tenho vários alunos que participam de exposições, bienais, etc. Mas, toda vez que eles precisam ver suas fotos para encaixar em uma exposição, consideram a tarefa um grande e doloroso parto!

Agora, imagine que você já conseguiu catalogar tudo. Desse modo, com uma simples palavra-chave que identifica o tema principal de cada foto, você encontra o que busca.

É bem aí, nesse momento, que você usaria apenas um filtro e o Lightroom traria todas as fotos que estivessem com uma ou mais palavras-chave que correspondessem à sua pesquisa. Pronto: bastou só alguns segundos para escolher suas fotos…

Por isso, eu vou insistir no conselho: vale a pena gastar algumas horas nesse processo de organização. Porque, assim, você ganhará muito tempo mais na frente e agradecerá pela existência do Lightroom.

Até a próxima!!!

Se você já tem paixão pelo Lightroom, eu convido você para se desafiar!

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn

Newsletter

Posts Relacionados

Como posso te ajudar?